terça-feira, junho 30, 2009

Síndrome (Mario Benedetti)

Todavía tengo casi todos mis dientes
casi todos mis cabellos y poquísimas canas
puedo hacer y deshacer el amor
trepar una escalera de dos en dos
y correr cuarenta metros detrás del ómnibus
o sea que no debería sentirme viejo
pero el grave problema es que antes
no me fijaba en estos detalles.

Mario Benedetti

domingo, junho 28, 2009

Verdade

Já me esqueci de como era amar-te!
Os dias agora são outra vez de sol
e afinal... esse amor...
bateu à porta, entrou, saiu e não voltou!
E lembras-te dos abraços e dos sorrisos?
Lembras-te do mar e do que prometi?
O vento foi mais forte!
Mas gosto de te chamar amor,
e queria ter-te outra vez aqui.
Outra vez eu ía ser igual,
outra vez tu ías ser igual...
talvez te amásse uma vez mais!

sábado, junho 27, 2009

THERE´S A PLACE IN YOUR HEART
AND I KNOW THAT IT IS LOVE
AND THIS PLACE COULD BE MUCH BRIGHTER THAN TOMORROW
AND IF YOU REALLY TRY
YOU´LL FIND THERE´S NO NEED TO CRY
IN THIS PLACE YOU´LL FEEL THERE´S NO HURT OR SORROW
THERE ARE WAYS TO GET THERE
IF YOU CARE ENOUGH FOR THE LIVING
MAKE A LITTLE SPACE
MAKE A BETTER PLACE

HEAL THE WORLD
MAKE IT A BETTER PLACE
FOR YOU AND FOR ME AND THE ENTIRE HUMAN RACE
THERE ARE, PEOPLE DYING
IF YOU CARE ENOUGH FOR THE LIVING
MAKE A BETTER PLACE FOR YOU AND FOR ME

IF YOU WANT TO KNOW WHY
THERE´S A LOVE THAT CANNOT LIE
LOVE IS STRONG
IT ONLY CARES FOR JOYFUL GIVING
IF WE TRY
WE SHALL SEE
IN THIS BLISS
WE CANNOT FEEL
FEAR OR DREAD
WE STOP EXISTING AND START LIVING
THEN IT FEELS THAT ALWAYS
LOVE´S ENOUGH FOR US GROWING
MAKE A BETTER WORLD
MAKE A BETTER WORLD

HEAL THE WORLD
MAKE IT A BETTER PLACE
FOR YOU AND FOR ME AND THE ENTIRE HUMAN RACE
THERE ARE, PEOPLE DYING
IF YOU CARE ENOUGH FOR THE LIVING
MAKE A BETTER PLACE FOR YOU AND FOR ME

AND THE DREAM WE WERE CONCEIVED IN
WILL REVEAL A JOYFUL FACE
AND THE WORLD WE ONCE BELIEVED IN
WILL SHINE AGAIN IN GRACE
THEN WHY DO WE KEEP STRANGLING LIFE
WOUND THIS EARTH CRUCIFY ITS SOUL
THOUGH IT´S PLAIN TO SEE
THIS WORLD IS HEAVENLY
BE GOD´S GLOW

WE COULD FLY SO HIGH LET OUR SPIRITS NEVER DIE
IN MY HEART
I FEEL YOU ARE ALL MY BROTHERS
CREATE A WORLD WITH NO FEAR
TOGETHER WE CRY HAPPY TEARS
SEE THE NATIONS TURN THEIR SWORDS INTO PLOUGHSHARES
WE COULD REALLY GET THERE
IF YOU CARED ENOUGH FOR THE LIVING
MAKE A LITTLE SPACE
TO MAKE A BETTER PLACE

HEAL THE WORLD
MAKE IT A BETTER PLACE
FOR YOU AND FOR ME AND THE ENTIRE HUMAN RACE
THERE ARE, PEOPLE DYING
IF YOU CARE ENOUGH FOR THE LIVING
MAKE A BETTER PLACE FOR YOU AND FOR ME

Michael Jakson

quarta-feira, junho 24, 2009

Notas escondidas

Vi-te ao longe e julguei-te mar,
uma só onda me levava!
De te olhar tão fixamente, sol
quando deixei de ver quem era.

O vento mostrou-me a saudade
e cada gota de chuva foi recordação,
dos dias distantes
quando o longe não existia.
Posso agora cantar?
Mesmo que as notas já sejam lágrimas
e a melodia tristeza?
Posso cantar?

Esta música que ainda encerro
é a chave que nunca te dei
do meu coração...

sexta-feira, junho 19, 2009

Tira teimas

Não te posso mentir,
as luzes aproximam-se de mim e fascinam-me.
Corro detrás delas, envergonhada,
sem poder fixar o teu olhar… ou mesmo o meu.
E chego onde todos dizem ser o limite,
arrisco a alma, dispo-me de sonhos e observo.
O meu coração apertado para,
caminho, e sozinha de mim mesma
entrego-me à novidade, aflita vou conhecendo
mas o trajecto tranquiliza-me:
a nossa casa é a minha, nada me faz mais feliz.

domingo, junho 14, 2009

Esqueci-me

Esqueci-me...
esqueci-me de te esquecer
e passei a noite a sonhar
com um dia onde estavas,
com esta melodia de te amar!
Esqueci-me...
esqueci-me de te pedir um beijo,
um abraço,
e de te dizer que não esqueço
as palavras que dissémos
e as outras, em silêncio!

quarta-feira, junho 10, 2009

Os bons vi sempre passar (Luis de Camões)

Os bons vi sempre passar
no Mundo graves tormentos;
E pera mais me espantar,
os maus vi sempre nadar
em mar de contentamentos.
Cuidando alcançar assim
O bem tão mal ordenado,
fui mau, mas fui castigado.
Assim que, só pera mim,
anda o Mundo concertado.

Luis de Camões

domingo, junho 07, 2009

Abraço Preciso

Alguns poemas nascem do vazio,
dos espaços em branco, do silêncio da vida.
Hoje este nada convida-me a escrever,
porque já só me resta o muito que ficou:
esse teu abraço preciso.
Longe ficou o entusiasmo, a raiva e a dúvida.
As nossas palavras já não pulsam por dentro,
ansiosas, pedindo outras.
Viro a página – ou foste tu que a viraste?...
Perco um amigo – cumpra-se o luto.
As conclusões ficam para outra vida,
que desta não entendo muito.

quarta-feira, junho 03, 2009

Distancia

Inútil intentar olvidar, vivir como si no existiera,
mirar hacia los lados y ignorar...
es inútil imaginar que lo lejano esta cerca,
porque no hay como engañar al tiempo y al espacio.
Te regalé mis manos un día
y con el recuerdo tienes que vivir,
abrazado a un cuerpo ausente,
besando unos labios que ya no tienes.
Es el precio de quererme...
no tenerme es el precio.
Y del otro lado del estrecho
mi alma se duerme en la soledad,
viviendo sin sentir,
esperandote indefinidamente,
con la paciencia de los angeles que me envias
y con la fuerza del amor que me das.

National Geographic POD